NUTRIÇÃO E CÂNCER DE MAMA

outubro 17, 2018 0 comments 43 Visualizações
Bem-vindo Outubro Rosa, um mês muito especial na qual acontece a campanha de conscientização para toda a sociedade quanto á importância da prevenção e da detecção precoce do câncer de mama, uma das doenças que mais mata mulheres em todo o mundo. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), para o Brasil estimam-se 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres.
Alguns estudos mostram que são dois fatores que levam uma pessoa a ter câncer de mama, a genética e o estilo de vida. O fator genético corresponde a cerca de 5% dos casos e são mais raros, porém quando presente, a chance de desenvolver o câncer de mama aumenta bastante. O estilo de vida está predominante em 95% dos casos pois o tabagismo, obesidade, sedentarismo, alimentos processados e industrializados ajudam no desenvolvimento da doença.
Para tanto é necessária a adoção de medidas no nosso cotidiano para ajudar a prevenir e diminuir os riscos de câncer de mama. Isso também vale não só para as mulheres mas para os homens também pois, apesar de ter uma incidência menor, eles também estão susceptíveis a ter a doença.
Seguem algumas dicas:
– As mulheres devem consultar com frequência o ginecologista e/ou mastologista para realizarem os exames de toque, ultrassonografia e mamografia de acordo com a idade e com o
histórico familiar;
– Ter uma alimentação saudável, ingerindo os alimentos com um intervalo de três em três horas entre as refeições e em pequenas porções. Consumir alimentos saudáveis e naturais, dando preferência aos orgânicos;
– Evitar alimentos industrializados, processados, fast-food, ricos em gorduras, sal e açúcares;
– Fazer atividade física regularmente: estudos mostram que a atividade física associada com a alimentação saudável ajuda a prevenir o câncer de mama e a diminuir as chances de recidiva
em mulheres que já tiveram a doença ou que estejam em tratamento antineoplásico;
– Ingerir alimentos ricos em fibras como as frutas, legumes, verduras e os alimentos integrais pois a fibra auxilia no correto funcionamento do intestino e este exerce um papel importante
no metabolismo dos hormônios sexuais femininos;
– Beber bastante água ao longo do dia, cerca de 2 litros. Evitar bebidas isotônicas e sucos em excesso, preferindo sempre a fruta ao suco;
– Manter o peso saudável, dentro da faixa normal. A obesidade é um fator de risco não somente para o câncer de mama mas para diversos outros tipos de canceres e outras doenças como as cardiovasculares e o diabetes;
– Evitar o tabagismo e o consumo frequente de bebida alcoólica.
Andressa Reis Werneck
Nutricionista Clínica e Oncológica – CRN 9: 3347
PROCURANDO O CERTIFICADO DE LICENÇA PATERNIDADE RESPONSÁVEL?EMITIR CERTIFICADO AGORA!
+ +