A culpa é minha (ou não)

Marina Fusaro outubro 7, 2019 0 comments 166 Visualizações
familia

Nós mães temos aquela mania feia de nos culparmos por tudo, não é mesmo? Eu tenho melhorado bastante, mas confesso que vez ou outra ainda me culpo, mesmo sabendo que dei o meu melhor! Agora prestem atenção nessa história e depois me digam se também não se sentiriam culpadas!!! 🙈🙈🙈

Meu esposo está fora de casa há alguns dias e tenho trazido os meninos pra dormir no meu quarto. Arthur detesta dormir fora da cama dele e o máximo que aceita é dormir no colchão ao lado da minha cama, enquanto Lívia dorme comigo.

Até aí, tudo bem, só que eu também fiquei fora uns dias e ele resolveu dormir de montinho, os três na cama, quando voltei. Aqui em casa, os meninos chamam as cobertas de “au au” e na primeira noite, Lívia pediu para dormimos os três com o meu “au au” roxo.

Na noite seguinte uma amiguinha veio aqui pra casa e Lívia dormiu com ela no quarto deles, enquanto Arthur quis dormir comigo novamente. Só que ele está na famosa “Adolescência da Infância” e faz pirraça pra TUDO!!!

Beleza, 23h30m e ele berrando, berrando mesmo, querendo o “au au” roxo, e eu achando que era mais uma das suas birras… que “au au” roxo o que menino, vai dormir com o seu azul.

Gente, sério, 15 minutos se passaram e ele não parava de chorar e pedir o meu “au au”, até que “plim” me lembrei da noite anterior, do montinho, todo mundo com o mesmo “au au” e resolvi cobri-lo com o meu. Ele virou pro lado, deu boa noite pra mamãe e apagou até o dia seguinte…

Não era mais uma de suas pirraças a toa, ele só queria dormir juntinho!!!

Fala sério, não é pra dormir cheia de culpa??? Kkk