5 dicas para cuidar do umbigo de um recém-nascido

agosto 30, 2018 0 comments 16166 Visualizações
5 dicas para cuidar do umbigo de um recém-nascido

O nascimento do bebê é um momento muito especial para papais e mamães. A alegria de conhecer o rostinho do pequeno e de senti-lo nos braços é indescritível.

Contudo, quando chega a hora de ir para casa, alguns pais se sentem apreensivos quanto aos cuidados com o filho, ainda tão pequenino e frágil. E um dos principais medos nos cuidados com o recém-nascido está na higienização do umbigo de bebê.

Afinal, só de olhar aquele pedacinho de coto preso à criança, já dá uma certa agonia, não é mesmo? Isso sem falar nos mitos que cercam o assunto.

A verdade é que parece mais difícil do que realmente é. Para te ajudar nesse desafio, separamos algumas dicas para os papais ficarem por dentro do que deve ser feito e evitado na hora de cuidar do umbigo de bebê. Vamos lá?

O que é o coto umbilical?

Antes de falarmos dos cuidados propriamente ditos, é importante que você entenda exatamente do que se trata esse coto. Assim, fica mais fácil desconstruir algumas impressões e mitos que giram em torno do assunto.

Durante a gravidez, o cordão umbilical foi o grande responsável por garantir a oxigenação e a nutrição do bebê, ligando, por meio da placenta, mãe e filho.

Contudo, depois do parto, esse cordão é cortado — e não precisa se preocupar, a criança não sente absolutamente nada nesse procedimento —, e o que resta dele é um pedacinho, de cerca de 2 a 3 cm, ligado à barriguinha do recém-nascido. Esse pedacinho é chamado de coto umbilical.

Para que o umbigo de bebê cicatrize direitinho, é importante que papais e mamães mantenham uma rotina de cuidados e higienizações. Confira algumas dicas para que esse processo seja tranquilo e sem maiores desgastes.

Como cuidar do umbigo de bebê recém-nascido?

1. Lave bem as mãos antes de iniciar a limpeza do umbigo

O principal risco que cerca o coto umbilical é o de infecção. Por isso, antes de começar a assepsia, certifique-se de estar com as mãos bem limpas. Lave-as com sabão neutro, esfregando bem punhos e unhas para evitar que impurezas sejam levadas ao recém-nascido.

2. Higienize a cada troca de fralda

Para que o umbigo de bebê cicatrize bem, é fundamental manter a região seca e limpa. Portanto, o ideal é que a higienização seja feita a cada troca de fralda.

Antes de ter contato com a região íntima do pequeno, faça a limpeza do coto umbilical. Com um cotonete, passe álcool 70% em toda extensão do umbigo do bebê. Lembre-se de levantar o coto com delicadeza e limpar a região que fica na parte de baixo.

Durante o banho, somente água e sabonete neutro são necessários para a higienização da área, que deve ser feita sempre com cuidado e delicadeza.

3. Evite traumas na região

A principal orientação é manter o coto protegido por dentro da fralda, atentando-se para não apertá-la demais ao fechar. Assim, é possível evitar o atrito com as roupas, que pode causar irritação na área.

Após o banho, nunca seque a região diretamente com a toalha. O ideal é utilizar uma gaze, batendo levemente no umbigo do bebê.

4. Fique atento a alterações

Sinais de infecções devem ser observados atentamente: sangramento, vermelhidão, secreções e inchaço na região umbilical pode ser normal, principalmente quando acontecem traumas na região, como atrito com roupas ou fralda. Contudo, se acontecer com frequência ou em excesso, procure o pediatra.

Um cheiro forte e desagradável também pode ocorrer como sinal de cicatrização, porém, se permanecer por um longo período, pode ser sinal de infecção e deve ser avaliado o quanto antes pelo médico para o tratamento correto.

5. Continue os cuidados mesmo após a queda do coto

Em até 15 dias, é comum que o coto umbilical escureça e caia sozinho. Entretanto, é muito importante que os pais mantenham os cuidados de higienização e assepsia do local para garantir a cicatrização.

Nada de aderir à moda dos antigos de usar faixas, moedas ou até mesmo pó de café no umbigo do bebê. Essas são medidas reprovadas pelos médicos e podem causar infecções sérias.

Agora que você já sabe como cuidar do umbigo de bebê, conheça as tarefas que o pai pode fazer com a chegada do recém-nascido!

728x90 - 5 dicas para cuidar do umbigo de um recém-nascido