Saiba por que a amamentação é tão importante para o bebê

Avatar setembro 27, 2018 1 comment 17238 Visualizações
por que a amamentação é tão importante

A amamentação é um processo muito importante para garantir a saúde do bebê e da mãe. O leite materno é rico em água, vitaminas, proteínas, gorduras e outros nutrientes essenciais para o desenvolvimento e para proteção do recém-nascido nos primeiros meses de vida.

Devido ao seu papel fundamental no desenvolvimento da criança, o Ministério da Saúde e a Organização Mundial de Saúde (OMS) orientam que as mães alimentem seus filhos até o sexto mês de vida somente com o leite materno.

Neste post, explicaremos os principais benefícios e por que a amamentação é tão importante para a saúde do bebê. Acompanhe e saiba mais sobre esse assunto!

Fortalecimento da imunidade

O leite materno contém células de defesa e fatores anti-infecciosos que fortalecem o sistema imunológico e protege o recém-nascido de infecções comuns nos primeiros meses de vida, tais como otite, gastroenterites, doenças respiratórias e infecções urinárias. Além disso, outras doenças mais sérias como a leucemia, diabetes, asma e dermatite podem ser prevenidas com a amamentação.

Redução do estresse

O contato que o bebê tem com a mãe ao ser amamentado é fundamental para acalmá-lo, reduzir o choro e a ansiedade que ele sente. Além disso, a mãe também é beneficiada, pois a amamentação interfere positivamente no seu sistema nervoso, diminuindo o estresse.

Prevenção de alergias

O leite de vaca ou leites artificiais contêm componentes estranhos ao organismo do bebê, que podem causar deficiência de ferro e alergias intestinais, sinusite, rinite, bronquite, amigdalite e dermatite.

Se for alimentado somente com o leite materno, o recém-nascido não fica suscetível a essas alergias, pois as enzimas presentes no leite humano já são conhecidas pelo organismo da criança.

Fortalecimento dos pulmões por meio da amamentação

Outro benefício muito importante é o fortalecimento dos pulmões. Com o esforço que o recém-nascido precisa fazer para mamar, os pulmões e as vias respiratórias são fortalecidos, evitando o surgimento de catarro, chiados no peito, bronquites e asma.

Prevenção de cólicas

As cólicas surgem devido aos gases produzidos pela fermentação do leite no processo de digestão ou pela ingestão de ar na hora da sucção. A amamentação previne as cólicas, pois as proteínas presentes no leite materno, conhecidas como globulinas, são mais fáceis de serem digeridas e não fermentam tanto quanto as proteínas de outros leites. Além disso, a sucção do peito da mãe evita a ingestão de ar, o que não ocorre com a mamadeira.

Combate à anemia

Nos primeiros meses, o leite materno é rico em ferro e pobre em cálcio, por isso, previne a anemia no bebê. A quantidade de ferro presente em qualquer outro leite não é suficiente para o recém-nascido.

Além disso, o cálcio presente em grande quantidade no leite de vaca pode inibir a absorção de ferro pelo organismo.

Desenvolvimento cognitivo

A gordura presente no leite humano é formada por ácidos graxos poli-insaturados, que têm a função de formar neurônios e favorecer as sinapses nervosas.

Como o desenvolvimento do cérebro da criança acontece nos primeiros anos de vida, a gordura presente no leite materno é de extrema importância para a formação perfeita do cérebro do bebê, para o desenvolvimento do raciocínio lógico e para o desempenho de vocabulário da criança.

Crescimento de prematuros

Como o organismo dos bebês prematuros ainda não se formou completamente, o leite materno é essencial para que eles desenvolvam os sistemas digestivo, respiratório, entre outros.

Além disso, os anticorpos presentes no leite são importantíssimos para que o bebê prematuro não adquira alergias, infecções e outras doenças a que estão suscetíveis.

Desenvolvimento da arcada dentária

O movimento realizado na hora da sucção do leite estimula o desenvolvimento dos ossos e da musculatura da face e do crânio, contribuindo para a formação da arcada dentária e fazendo com que os futuros dentes se encaixem perfeitamente na mordida, o que favorece a mastigação, deglutição, fala e respiração perfeita.

Agora, que você já conhece todos os benefícios que a amamentação oferece, incentive sua esposa a amamentar o bebê, pelo menos, até o sexto mês de vida. Crie um ambiente seguro e exclusivo para que ela possa amamentar, e ofereça todo o apoio e suporte que ela precisa.

Gostou do nosso post? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

728x90 - Saiba por que a amamentação é tão importante para o bebê

  • Avatar

    Quero comentar aqui o meu caso e a simples solução que encontrei.

    Eu durante 10 anos tive muitos problemas de intestino fiz 3 vezes Colonoscopia, passei por 5 médicos todos com diagnósticos diferentes, fui disgnosticado com as seguintes patologias:

    Sindrome do Intestino Irritável (SII), Doença de Crohn, Colite, Retocolite, Obstipação, Disbiose.

    Mandaram eu trocar a alimentação não comer chocolates, especiarias, gorduras, frutas,
    feijão, repolho, brócolis, leite, bebidas gaseficadas, álcool e principalmente alimentos com gluten.
    Como sempre mandou eu comer muitas fibras e muita água.
    Segui a risca todas as recomendações e nada adiantou.

    Meus Sintomas eram esses:
    – Estresse – acho que todos que tem problemas com intestino é estressado ou meio depressivo, no meu caso era assim.
    – Dor Abdominal Forte ou Cólicas
    – Gases
    – Diarréia ou Constipação – dependendo do que eu comia esse quadro se alternava, alguns dias dava diarréia outros prendia o intestino
    – Muco nas Fezes

    Era meio estranho pois tinha tempos que dava uma melhorada e tinha tempos que parece que esses sintomas se agravavam.
    Até que há 2 anos atrás eu comecei a pesquisar sobre probióticos e prebióticos e cheguei a conclusão que o melhor custo benefício como probiótico
    seria o Kefir de Leite e o melhor prebiótico seria a fécula de batata crua pois ela é um amido resistente puro e encontra em qualquer mercado.

    O amido resistente que no caso é a fécula de batata crua passa direto pelo aparelho digestivo sem ser digerido e vai parar no intestino intacto e esse amido resistente serve como alimentação para as bactérias boas do nosso intestino, essas bactérias boas você consome através do Kefir de Leite que é uma colônia de bactérias boas para a restauração e renovação da nossa flora intestinal.

    Comecei a consumir todos os dias 2 copos de Kefir de Leite misturado com 1 colher de sopa de fécula de batata crua, parece uma coisa muito simples não ?

    Por incrivel que pareça em 1 semana meu intestino já regularizou, em 2 semanas não tinha mais nenhum sintoma, continuei tomando e tomo até hoje todos os dias depois de 4 meses que eu estava tomando fui fazer uma nova colonoscopia e o médico se surpreendeu comparando com os antigos resultados, eu contei para ele o que estava tomando e ele confirmou que realmente tem muitas pessoas tendo ótimos resultados e benefícios com o Kefir de Leite mas como ele não têm autorização para receitar produtos naturais e só pode
    receitar remédios de laboratórios e de farmácias ele não receita de forma alguma, mas disse que era para eu continuar tomando que isso tinha me curado.

    Descrevi aqui exatamente o que o médico me falou.
    Então pessoal estou deixando aqui esse relato para quem interessar que pesquise sobre o Kefir de Leite, na internet e youtube tem muitas informações, vocês vão se surpreender.

    O único problema desse Kefir de Leite é que é difícil de encontrar, mas eu encontrei um site que vende pelo valor de R$29,90 já com o frete incluso e entregam em todo o Brasil.
    o site é esse:

    kefirdeleite.com

    O Kefir de Leite quando você compra vem os grãozinhos e com esses grãos você mesmo vai fazendo em casa pois ele vai reproduzindo e vai tomando todos os dias, você compra apenas uma vez e se bem cuidado dura anos e anos.

    Então não custa dar uma pesquisada pois o meu estado eu considerava grave e me incomodava demais, estou deixando esse post em agradecimento a esse abençoado Kefir de Leite que mudou a minha saúde.

  • Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado.