4 dicas para se planejar financeiramente para ter um bebê

Avatar fevereiro 6, 2017 0 comments 3437 Visualizações
planejar financeiramente para ter um bebê

Se preparar para a chegada do bebê é um momento muito importante para a família, afinal, é preciso organizar a casa e garantir que o novo membro tenha tudo de que precisa.

E nesse cenário, um aspecto que não pode ser descuidado é o financeiro, já que um bebê demanda despesas e se os pais não estiverem preparados o aperto será inevitável. Por isso, é essencial colocar as finanças em ordem antes do nascimento do filhote e ter um planejamento eficaz para cobrir as despesas extras.

A seguir, você vai conhecer 4 dicas para se planejar financeiramente para ter um bebê. Confira!

1. Calcule quanto tempo falta para a chegada do bebê

É importante saber o tempo disponível para se planejar para a chegada do bebê, afinal, tudo precisa estar pronto antes do nascimento, não é mesmo?

Ao começar a se planejar no início da gestação você terá mais tempo para pesquisar as compras e juntar dinheiro. Então, é hora de parar e fazer uma lista dos itens mais importantes para o bebê e se planejar para efetuar a compra assim que possível.

Itens como sapatinhos e roupinhas podem ser deixados por último, já que normalmente o bebê ganha muitos presentes. Já as fraldas podem ser conseguidas em um chá de fralda sem prejudicar o orçamento.

2. Faça um planejamento financeiro

Se planejar financeiramente para ter um bebê é indispensável. Isso porque é preciso ter em mente que, de agora em diante, as despesas serão maiores e que um filho demanda suporte por um longo período.

Para se preparar desde já faça uma planilha com todos os gastos mensais, começando pelas contas fixas da casa e pelo supermercado. Esse valor deve estar sempre disponível para cobrir essas despesas.

A seguir, inclua na planilha os gastos com mensalidade da academia ou outro tipo de atividade. Se você tiver um carro, anote o valor médio para abastecer o veículo e também para realizar sua manutenção.

Sempre que efetuar uma compra, anote na planilha para ter certeza que o orçamento vai fechar ao fim do mês. Compras parceladas devem ser planejadas em longo prazo de modo a garantir que elas sejam pagas em dia.

Com esses dados anotados você poderá entender para onde o seu dinheiro está indo. A partir daí, é possível fazer cortes necessários.

3. Economize mensalmente

Economizar é algo muito importante para que suas finanças não entrem no vermelho. Para tanto, será necessário começar contendo os desperdícios.

É comum que os pais, principalmente de primeira viagem, comprem itens caros ou que não serão utilizados. Essas compras são movidas pela emoção da chegada do bebê. Para conseguir economizar, deixe para completar o enxoval com itens de vestuário quando estiver próximo do fim da gestação, já que assim você poderá avaliar o que está faltando.

Também não tenha vergonha de pedir para outros pais itens que eles não usam mais, como carrinho ou berço. Aliás, os móveis do quartinho do bebê não precisam ser caríssimos ou de lojas famosas, pois é possível achar opções de qualidade e mais em conta em lojas mais simples.

Outra forma de economizar dinheiro é enxugar o orçamento ao eliminar gastos excessivos no cartão de crédito e as saídas frequentes. Quanto ao lazer, invista em passeios mais econômicos. Passear no parque, por exemplo, não é apenas gratuito, mas ainda pode fazer bem para a mãe e para o bebê.

4. Tenha um fundo de emergência

Com as economias feitas durante o mês, você poderá ter um fundo de emergência. Uma boa meta é tentar reservar mensalmente 10% do seu salário.

Pense nesse dinheiro como um investimento e inclua o valor na planilha de planejamento financeiro. Outra opção é fazer uma poupança e depositar uma quantia mensal para garantir o futuro do seu filho, prevenindo-se contra situações imprevistas.

A gestação é um período de descobertas, mas que pode ser prejudicado caso as finanças não andem bem. Ao se planejar financeiramente para ter um bebê você conseguirá dar todo o suporte necessário e aproveitar esse momento especial sem dor de cabeça.

Gostou do artigo? Que tal compartilhar esse conteúdo nas redes sociais e ajudar outros pais a se organizarem também?

728x90 - 4 dicas para se planejar financeiramente para ter um bebê