Planejamento financeiro familiar: saiba quanto custa um filho

Avatar setembro 9, 2016 0 comments 3955 Visualizações
planejamento familiar - Planejamento financeiro familiar: saiba quanto custa um filho

A chegada de um filho muda a vida de qualquer casal. Não são apenas nove meses gestando um fruto daquela união, mas também a realização de um sonho para muitas pessoas. Porém, para além da euforia da chegada de um bebê, é preciso pensar em um planejamento financeiro familiar para manter o orçamento equilibrado e evitar problemas.

Por isso, reunimos algumas dicas para você se preparar. Confira!

Decoração e preparação do quarto

A gestação ainda está ocorrendo e você já está pensando na decoração do quarto do seu filho, no berço, no enxoval… Mas já percebeu que as economias podem ficar apertadas com a quantidade de gastos. E não é para menos! Segundo um levantamento do site CupoNation, móveis e outros objetos de decoração para um quarto de bebê ter valores que variam de R$1.285,00 até R$10.000.

Por isso, avalie a durabilidade do seu investimento. Pense que logo seu filho crescerá e o quarto já precisa estar adaptado a esse crescimento, mesmo que ele ainda seja um bebê. Economia com reformas e pinturas também devem ser revistas se tanto o papai quanto a mamãe puderem pôr a mão na massa e diminuir esses custos.

Planejamento financeiro familiar e saúde

Uma vez estabelecidos os detalhes sobre as adaptações necessárias em sua casa para a chegada do recém-nascido, o próximo passo é listar os produtos ligados à saúde e higienização que ele precisará. Fraldas (um pacote com 98 unidades custa aproximadamente R$74,90), mamadeiras, pomadas para assaduras (em média R$21,90), remédios, etc.

A lista é enorme — e os valores também. Ao longo do ano, isso inevitavelmente vai pesar no seu bolso. Por isso, planeje-se com antecedência. Promova um chá de fraldas ou um chá de bebê. Os presentes podem girar em torno desses itens tão necessários e aliviar o seu orçamento.

Outro ponto importante, é o plano de saúde que você escolherá. A princípio para a mãe, enquanto gestante para acompanhamento mensal, pré-natal, e posteriormente para o seu filho. Os valores no mercado atual giram entre R$60,00 e R$1.813,00, segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)

Creche e fase escolar

Quando pai e mãe trabalham e não há algum parente com quem deixar o pequeno, é a hora de recorrer à creche e já pensar em começar a vida escolar dele. A mensalidade não tem um preço fixo, sofrendo influência de alguns fatores como o período (integral, vespertino e matutino, sendo o primeiro o mais caro) e a quantidade de atividades extracurriculares que a instituição ofereça.

Além disso, fique atento pois além dos gastos com matrícula e mensalidade, vocês também terão que arcar com uniformes, material escolar, eventos de alunos, etc. Prepare o bolso!

Alimentação

Os gastos com alimentação não poderiam ficar de fora dessa lista, especialmente se a mamãe precisar complementar a rotina alimentar do pequeno com algum suplemento, que varia entre R$60,00 a R$80,00. Caso isso não ocorra, pelo menos até os seis meses seu filho se alimentará apenas com leite materno e só depois começará a ingerir outros alimentos.

Caso isso se torne o caso, elabore um cronograma de gastos com suplemento baseado no tempo necessário até o bebê poder provar outros alimentos e abdicar da suplementação. Isso ajudará você a conter os gastos.

 

Para te ajudar neste momento, preparamos uma planilha de controle financeiro familiar especialmente para você!

BAIXAR PLANILHA DE CONTROLE FINANCEIRO FAMILIAR

 

Gostou das nossas dicas sobre planejamento financeiro familiar? Então aproveite para compartilhar nas suas redes sociais e ajudar outros futuros pais e mães!