Diabetes gestacional: principais fatores de risco

Avatar janeiro 17, 2017 0 comments 7049 Visualizações
diabetes gestacional

Vai ser pai pela primeira vez? Então, provavelmente você ainda não tenha ouvido falar em diabetes gestacional, doença que ocorre quando o corpo da mulher não produz insulina suficiente e acaba adquirindo uma quantidade maior de açúcar que o normal.

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, qualquer mulher poderá adquirir diabetes durante a gestação. Porém, algumas apresentam fatores de risco, os quais vamos explicar neste post para que você possa ajudar a futura mamãe a se cuidar e até mesmo prevenir essa doença. Acompanhe!

Conheça os fatores de risco

A gravidez é um período em que os cuidados com a mulher devem ser redobrados. Por isso, é importante que você esteja atento a esses fatores listados abaixo, visto que eles apresentam riscos para o desenvolvimento dessa doença:

  • Obesidade;
  • Ganho de peso excessivo durante a gestação;
  • Síndrome dos ovários policísticos (é um distúrbio hormonal, doença que faz com que o tamanho dos ovários aumente, criando várias bolsas cheias de líquido, que são chamadas cistos);
  • Gestação múltipla (gravidez de gêmeos);
  • Hipertensão arterial na gestação;
  • Idade avançada;
  • Histórico familiar de diabetes gestacional.

Saiba como controlar a diabetes gestacional

É muito importante o acompanhamento de um obstetra em todo o período gestacional. Ele vai orientar a futura mamãe sobre o controle de açúcar, alimentação e a realização de atividades físicas de acordo com cada período da gravidez.

É interessante, também, que o pai possa acompanhar a gestante nesses procedimentos, como uma forma de incentivo, até porque a diabetes gestacional, quando tratada de maneira adequada, influenciará a realização de um parto saudável.

É relevante frisar que, em casos de diabetes gestacional grave — quando somente o controle na alimentação e exercícios físicos não são o suficiente —, a mulher poderá ser submetida à aplicação de insulina.

Aprenda como prevenir

Quando se trata de prevenir uma diabetes gestacional, não existem garantias. Porém, é preciso adotar hábitos saudáveis para tentar prevenir o problema, principalmente quando a gestante encontra-se no grupo de risco.

Incentive-a a comer alimentos ricos em fibra; consumir pelo menos cinco porções de verduras e frutas todos os dias; praticar exercícios durante a gravidez, como caminhadas ou outras atividades físicas; fazer o acompanhamento do peso a cada 30 dias. Não se esqueça de que tudo deve ser feito com a orientação do médico.

Os sintomas da diabetes gestacional não facilmente identificados. Então, é imprescindível que a partir da 24ª semana as gestantes passem a medir a glicose. Todo cuidado é pouco, e a participação do pai no período gestacional e depois dele é fundamental. Afinal, isso ajuda no desenvolvimento do bebê. Além disso, durante a gravidez, o corpo feminino passa por diversas modificações hormonais, fazendo com que ela fique mais vulnerável tanto emocional quanto fisicamente.

As responsabilidades de pai de primeira viagem podem assustar, principalmente se ele tiver que lidar com uma doença como a diabetes gestacional. O importante em todo caso é manter a calma e levar esse momento como um aprendizado para os (possíveis) futuros bebês.

Gostou das nossas dicas sobre paternidade? Tem alguma dúvida sobre diabetes gestacional? Conte sua história ou faça uma pergunta pelos comentários!

728x90 - Diabetes gestacional: principais fatores de risco